Você provavelmente já ouviu falar muito sobre Fobias, mas você sabe o que elas realmente são?

O conceito de “Fobia” vem do grego “fobos”, que traduz-se de forma literal como “medo”. E, basicamente, fobias são medos, porém medos que se manifestam de forma incontrolável, das quais o indivíduo não consegue evitar ou se esquivar. Uma pessoa com Claustrofobia, por exemplo, não pode evitar de se sentir sufocada quando entra em algum lugar apertado!

Dessa forma, separamos em duas partes, as 15 fobias que são mais comuns, para que você tenha um conhecimento geral sobre elas:

Acrofobia: Medo de altura. Essa fobia é extremamente comum, mas é importante ressaltar que ter medo de altura não caracteriza que você é Acrofóbico. Como citado acima, fobias são medos incontroláveis, e não apenas uma sensação de frio na barriga ou desconforto!

Aerofobia: Medo de voar. Essa fobia se caracteriza pelo medo de entrar em aviões ou de voar, podendo se manifestar até sem sonhos lúdicos em que o indivíduo está voando.

Claustrofobia: Uma das fobias mais comuns, o medo incontrolável de locais apertados acompanha uma boa porcentagem da população mundial. Apenas o fato de um elevador fechar as portas, já pode ser o gatilho para uma crise para os Claustrofóbicos.

Aicmofobia: Fobia de agulhas. Também comum, algumas pessoas se sentem completamente travadas em situações em que precisam doar sangue, ou tomar uma vacina.

Fobia social: Uma das mais comuns e mais tristes fobias. Como o nome já diz, a Fobia social se caracteriza pelo medo ou desconforto em ter relações sociais, podendo ter diferentes graus, chegando ao ponto de que participar de uma simples conversa do dia-a-dia com um caixa de supermercado pode gerar uma crise séria.

Agorafobia: o medo de sentir medo. Apesar de não muito divulgada, e muitas vezes, colocada apenas como “Fobia de espaços abertos”, a Agorafobia é mais do que isso. Ela se caracteriza como o medo do medo, pois aflige pessoas que já sofrem com Crises de Pânico ou Ansiedade, e faz com que esses indivíduos fiquem travados de qualquer relação com o exterior, ou não queiram ficar sozinhos em nenhum momento, pois temem ter outra crise como a anterior.

Glossofobia: Medo de falar em público. Também comum, essa fobia faz com que pessoas que tentem falar em público travem em sua dicção, passem mal ou até mesmo desmaiem. Tratamentos e dicas de como se lidar com essa sensação podem diminuir os efeitos ao longo do tempo.