Você já ouviu falar sobre o fenômeno “Baby Blues”? A Disforia Puerperal é uma labilidade emocional, que ocorre por fatores hormonais onde o organismo da mulher está se reorganizando para voltar ao seu estado normal após o parto. É muito comum entre as mãe de primeira viagem, e se não for controlado, pode ocasionar danos emocionais tanto para a mãe, quanto para a família que está sendo formada!

Como principais sintomas deste fenômenos temos: Tristeza, choro fácil, ansiedade, mudança repentina de humor, irritabilidade, baixa autoestima, comentários auto depreciativos, baixa concentração e dificuldades para dormir. Tudo isso, além de muito prejudicial para a saúde tanto física quanto emocional da mãe, pode atrapalhar muito no desenvolvimento da relação mãe-bebê!

O Baby blues pode iniciar nos 3 dias após a chegada da mãe com o bebê em casa e durar 2 a 3 semanas. Passando dos 45 dias pode indicar algum transtorno ou alguma alteração emocional significativa como a depressão pós-parto.

Cerca de 50 a 80% das mulheres no pós-parto apresentam baby blues o que é amplamente comum. Se adaptar à nova vida exige muito esforço, tanto físico quanto emocional e as situações ao redor nem sempre são favoráveis. Por isso, é muito importante a mulher se permitir passar por essa estação sem grandes cobranças, compreendendo que não precisa ser perfeita e que expor os sentimentos pode aliviar a carga!
Também é imprescindível a compreensão dos que estão ao redor agindo como rede de apoio, atentos à mãe e disponíveis para ajudar. Buscar um profissional para acompanhar a mãe no processo pós-parto é algo que vem se tornando comum, afim de diminuir os atritos dentro de casa causados por toda essa situação emocional instável.

Está grávida, ou deu a luz recentemente? Não tenha medo de
pedir ajuda para um profissional ou para outras mães em grupos de apoio, que já passaram pelo mesmo processo! É importante lembrar: Você não está sozinha!

Este site faz uso de coockies.
x